23 / maio / 2024
5 MIN.

Dofollow

Rodrigo Botinhão

CEO e Fundador - Gear SEO

Sumário

O trabalho de SEO envolve várias frentes e detalhes que podem fazer a diferença na hora de ranquear uma página. É o caso, por exemplo, dos links dofollow. Muito importantes para um conteúdo, eles precisam ser selecionados com base em uma estratégia vantajosa para o artigo.

O que é o link dofollow?

O link dofollow faz com que os buscadores apontem de volta para o seu site. Então, toda vez que ele é inserido em um conteúdo, o usuário volta para o seu negócio, assim como os buscadores. Isso, por si só, já fortalece a autoridade mostrando que outros sites estão linkando o seu URL.

Dofollow ou nofollow? Qual é a diferença? O segundo é o oposto do primeiro: o link inserido não faz o apontamento de volta. Justamente por isso, não ajuda a impulsionar o site no PageRank, nem melhora o ranqueamento na SERP. Normalmente, ele tem uma tag que serve como aviso para os buscadores.

Qual é a importância de trabalhar os links dofollow nos conteúdos?

Natascha Christie, líder de Link Building da Gear SEO, indica que os eles são importantes “para aumentar a autoridade do site. Quando outros domínios confiáveis e relevantes linkam para o do nosso cliente, isso pode elevar a probabilidade de ele ter um posicionamento melhor nos mecanismos de busca”.

Afinal, por que a autoridade é importante? Ela é uma forma de mostrar refinamento e comprometimento com o segmento em comparação com outros domínios. Assim, os buscadores verão o seu site como uma referência, o que pode ajudar a melhorar o ranqueamento.

Tudo isso, é claro, é voltado para a experiência do usuário, algo muito valorizado para os buscadores. Cada etapa de um processo de SEO é importante para aumentar a autoridade de domínio e, consequentemente, o ranqueamento.

“Os links dofollow são importantes para o SEO, pois afetam diretamente o rastreamento do site. Com eles, é possível que a autoridade e a relevância sejam transmitidas de uma página para outra por meio da navegação interna”, explica Gabriel Braga, analista de On-Page da Gear SEO. 

O especialista indica que isso “ajuda a distribuir a autoridade de página (PageRank) de forma mais equilibrada, aprimorando a indexação do site pelos motores de busca. Entre os principais benefícios, estão: melhora na indexação do conteúdo, na distribuição de autoridade entre os URLs e na experiência do usuário ao navegar”.

Quais são os critérios para selecionar links dofollow?

A primeira ideia que você deve ter em mente na hora de escolher links e backlinks dofollow é que o algoritmo dos buscadores valoriza, cada vez mais, a experiência do usuário. Por isso, a linkagem não deve ser feita de maneira aleatória: os mecanismos podem interpretar isso como spam.

O Google e outros buscadores querem um tipo de conteúdo que seja o mais natural possível. Portanto, a linkagem precisa ser feita com muito cuidado. Evite encher as páginas de links, que, em muitos casos, não precisam estar lá. 

Também é preciso selecionar o que é relevante ou não. Isso ajuda na escolha de links dofollow e nofollow. Outro ponto importante é: se for usar os nofollow, adicione a tag para deixar claro para o mecanismo que não quer que eles sejam seguidos de volta. 

Como é feito o trabalho de dofollow na Gear SEO?

“Os links dofollow atribuídos aos backlinks produzidos por nós são publicados em sites relevantes e de alta qualidade. O importante é criar um conteúdo que seja valioso e interessante para o público-alvo”, explica Natascha sobre o trabalho na área de Link Building da Gear SEO.

A especialista completa que, “em paralelo, buscamos parcerias de qualidade com sites específicos ou generalistas para a publicação. As parcerias com proprietários de blogs e de portais são essenciais para garantir que eles postem (e mantenham) os links dofollow, gerando transmissão de autoridade para o nosso cliente”.

“Na área de On-Page, seguir com esse recurso é crucial para um bom funcionamento do SEO e o aumento da autoridade do domínio. Isso garante estratégias como interconexão das páginas dentro da estrutura do site, por meio de links internos e conteúdos relacionados, que melhoram a relevância contextual e ajudam os usuários a encontrar mais informações sobre o mesmo tópico”, demonstra Gabriel.

O especialista indica, ainda, que existem várias orientações técnicas para uma boa utilização dos links dofollow a fim de garantir uma boa performance para o SEO. É possível destacar:

  • manter uma estrutura de links clara: é preciso garantir que os links internos sejam lógicos, levando o usuário a conteúdos relevantes e para URLs funcionais;
  • utilizar texto âncora: ele descreve o destino do conteúdo e ajuda os motores de busca a entenderem o contexto do link interno;
  • evitar links internos desnecessários: o excesso de links internos que levam o usuário para páginas irrelevantes e sem contexto prejudica a diluição de autoridade entre as páginas.

Como verificar os links do seu site?

Agora, você compreendeu a relação entre dofollow vs. nofollow: links e estratégias. Então, pode estar se perguntando: como verificar a linkagem do meu site? Isso pode ser feito manualmente por meio do código-fonte da página. Porém, se quiser algo mais preciso, pode usar o Google Search Console.

Na ferramenta, existe uma aba de links. Ela emite um relatório com links externos, internos, sites com link e termos com link. Ela não diferencia a linkagem dofollow da nofollow, mas possibilita entender quais domínios citam seus artigos e quais páginas do seu site têm mais backlinks. 

Além disso, algumas extensões do Chrome podem ajudar, como Detailed SEO Extension e SEO Quake. Também é possível usar ferramentas pagas, como Semrush e Ahrefs. Basta entender qual maneira é a mais indicada para o seu negócio e para a estratégia de linkagem. 

Vamos começar um projeto de SEO com a sua empresa?

Fazer uma análise de SEO gratuita

Glossário de SEO