Confira algumas práticas que são consideradas Black Hat

CONFIRA

As práticas de Black Hat são aquelas utilizadas para enganar os mecanismos e posicionar melhor o seu site. Entretanto, o Google faz punições para quem as utiliza. A seguir, confira as mais conhecidas.

Keyword stuffing

A repetição excessiva de palavras-chave em uma página é reconhecida como uma das principais práticas de Black Hat. Para evitar a penalização, é importante manter a densidade da palavra-chave, utilizar sinônimos e manter a naturalidade nos conteúdos.

Conteúdo oculto

Essa técnica consiste em utilizar a repetição de palavras-chave e termos semelhantes sem que sejam exibidos para o usuário. Geralmente, o texto é posicionado para fora da página ou é aplicado uma cor de fundo igual a do texto.

Conteúdo duplicado

Páginas duplicadas podem sofrer penalizações do Google. Isso porque o mecanismo de busca valoriza a criação de conteúdos originais e de qualidade. Por isso, ele sempre vai priorizar o primeiro conteúdo publicado e ocultar os demais dos resultados de pesquisa.

Cloaking

O cloaking também é uma das técnicas de Black Hat no SEO. Essa prática envolve a configuração de códigos em uma página apenas para obter boas posições nos buscadores, ignorando a usabilidade.

Doorway pages

Assim como no cloaking, as doorway pages são diversas páginas configuradas para obter bons posicionamentos. Entretanto, elas apresentam conteúdos genéricos e sem relação ao tipo de conteúdo que é buscado, o que é penalizado pelo algoritmo do Google.

Conheça o trabalho da Gear SEO

Entender o que é Black Hat é importante para evitar punições ao seu site. Quer iniciar um projeto de SEO que utiliza boas práticas? Converse com nossos especialistas e conheça a metodologia da Gear SEO!

CONFIRA